Dom Wagner celebra 50 anos de ordenação sacerdotal

A paróquia Sant’Ana, de Guarapuava, realizará a celebração comemorativa para o bispo emérito no dia 28 de novembro.

26/11/2021 09H00

Que todos sejam um!

Em 11 de dezembro, o bispo emérito da diocese de Guarapuava, dom Antônio Wagner da Silva, SCJ, estará comemorando seu Jubileu de Ouro de ordenação sacerdotal. Desde sua renúncia, em 6 de maio de 2020, dom Wagner está trabalhando na paróquia Sant’Ana, em Guarapuava, onde mantém vivo o carisma e a animação que marcaram seus 20 anos de pastoreio na diocese. Devido a conflitos de agenda, a celebração será adiantada para o dia 28 de novembro, às 10h. Todos os fiéis estão convidados a participar da festa. A paróquia Sant’Ana fica na rua Rosa Lustosa Siqueira, 1105, bairro Santana, Guarapuava (PR).

 

Sobre o bispo emérito

Nascido no dia 25 de março de 1944, em Luz, Minas Gerais, a vocação sacerdotal se manifestou muito cedo no menino Antônio. Apoiado pela comunidade e pela família que sempre exerceu a base fundamental em sua vida, ele foi acolhido pela Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus (SCJ), na cidade de Lavras, no mesmo Estado. Dali em diante, a busca por conhecimento por parte do jovem Wagner foi sua messe, seu objetivo principal. Passou por várias cidades para seguir com seus estudos, como Corupá, Brusque, Taubaté e São João Del Rey, onde obteve licenciatura em filosofia. No dia 11 de dezembro de 1971, Antônio Wagner da Silva era ordenado padre.

Família, amigos, conhecidos, gente que, de uma forma ou de outra passou pela vida do então padre Wagner, são unânimes em dizer: ele sempre deu prova de ser um sacerdote autêntico, um verdadeiro operário a serviço de Deus e das pessoas, sem distinção de quem quer que fosse ou da situação em que se encontrava.

Sua visão pastoral e sua ousadia de sonhador permitiram que se consagrasse como um verdadeiro homem das comunicações, inserindo, sem receio algum, a Igreja na mídia.

No mesmo ritmo de trabalho, o incansável padre Wagner provocou verdadeira revolução nos Grupos de Reflexão das paróquias e locais onde trabalhou, injetando em todos da comunidade grandes doses de entusiasmo e muita alegria, uma experiência que trouxe consigo de sua terra natal, o Estado de Minas Gerais.

Amante das artes de um modo geral, mas principalmente da boa música, o sacerdote foi agraciado com o dom do canto e, neste quesito, suas celebrações são as mais perfeitas manifestações da alegria e do louvou a Deus que é o alicerce da existência, o Mestre de todas as coisas.

Com uma retórica brilhante, as pregações e os sermões do agora bispo emérito Dom Wagner são de fácil entendimento e, por isso, tocam fundo na alma humana, fazendo com que a verdadeira Palavra transcenda ao físico e ecoe pelos corações e mentes, retumbando numa canção de amor pela vida.

Nomeado bispo no dia 29 de março de 2000 pelo Papa São João Paulo II, dom Wagner foi ordenado e empossado como bispo coadjutor da diocese de Guarapuava no dia 18 de junho do mesmo ano com o lema episcopal: “Que todos sejam um”. Ele atuou como o quarto bispo da diocese até o dia 6 de maio de 2020, quanto teve seu pedido de renúncia aceito pelo Papa Francisco, por causa da idade. Na mesma ocasião, dom Amilton Manoel da Silva foi nomeado pelo Pontífice como o quinto bispo diocesano.

Veja Mais