Cristo vive! Somos suas testemunhas

Estamos em agosto, o mês das vocações. Saiba como participar e viver esse período de "descobertas".

05/08/2022 10H20


Desde o ano de 1981, a Igreja no Brasil adotou o mês de agosto para tratar da temática das vocações. É uma forma de auxiliar os cristãos a descobrir qual é o “seu chamado”, seu papel na sociedade, seu jeito de viver e sua contribuição para um mundo melhor à luz da Palavra de Deus.
Em 2022, o tema escolhido pela Comissão para os Ministérios Ordenados e para a Vida Consagrada da CNBB foi “Cristo Vive: somos suas testemunhas”, e o lema “Eu vi o Senhor” (Jo 20,18). A proposta, segundo o padre João Cândido Neto, assessor da Comissão, é anunciar a verdade de que Cristo vive:

Nós somos suas testemunhas, a exemplo de Maria Madalena no Evangelho, e a nossa missão como Igreja é anunciar a todo mundo que Cristo está vivo e que nós vimos o Senhor, experimentamos a sua presença, experimentamos que ele caminha conosco, fala conosco, que o seu amor é maior do que a própria morte”, disse padre João.

Na diocese de Guarapuava, as paróquias e comunidades devem realizar ações, por meio das diversas pastorais e movimentos, que visam despertar ou lembrar as pessoas, em especial os jovens, sobre a importância de suas escolhas e seu futuro. A cada semana, os trabalhos serão direcionados para uma forma específica de vocação:

1ª semana - Vocação sacerdotal
A Igreja precisa de pastores, e estes não “surgem do nada”. O padre, líder de uma comunidade, deve ser o exemplo vivo e imitador de Cristo, agindo na caridade, fé e amor para com as ovelhas. Ao jovem que manifesta o interesse na vida sacerdotal, a comunidade deve apoiar e incentivar. O dia 4 de agosto, dia de São João Maria Vianney, é o “dia do padre”. Já o dia 10 de agosto, dia de São Lourenço, é o “dia do diácono”.

2ª semana - Vocação matrimonial
A família é a base de toda formação humana. Por meio do sacramento do matrimônio, o casal “se ajuda mutuamente e se santificam na vida conjugal, bem como na educação e aceitação dos filhos” (CIC 1641). Na Semana Nacional da Família, que em 2022 terá como tema “Amor familiar, vocação e caminho de santidade!”, todos são convidados a refletir sobre o papel dos pais na educação dos filhos e na promoção dos valores cristãos e humanos, sempre a favor da vida.

3ª semana - Vocação à vida consagrada
Na Igreja, existem homens e mulheres que consagram suas vidas a Deus e ao próximo. Desta vocação, brotam carismas e atuações que enriquecem nossas comunidades com pessoas que buscam viver seus votos de obediência, castidade e pobreza. São testemunhas vivas do Evangelho. Como estamos ajudando as irmãs, freiras, freis e irmãos que vivem para o amor aos necessitados?

4ª semana - Vocação laical
Na última semana do mês vocacional, lembramos dos leigos que, por meio de seu trabalho, inspiram, sustentam, ajudam e conduzem os trabalhos pastorais e missionários. Seja na catequese, nos ministérios de música, na caridade, na liturgia ou como coordenadores de movimentos e pastorais, o trabalho dos leigos é um dos principais alicerces das comunidades. Lembramos com carinho especial os catequistas, que com seu trabalho voluntário tornam conhecido o amor de Deus àqueles que ainda não o conhecem.

 

Coleta para os Seminários

As coletas realizadas em todas as paróquias e comunidades nos dias 6 e 7 de agosto serão destinadas à formação dos seminaristas. Mais do que contribuir para o sustento, os fiéis são convidados a conhecer melhor nossos futuros padres, bem como todo o processo de formação. O incentivo das comunidades é fundamental para a perseverança dos vocacionados em sua caminhada.

 

Jornada Diocesana de Oração pelas Vocações

Através da Jornada Diocesana de Oração para as Vocações, as comunidades podem, através de suas preces, dar aos nossos seminaristas a certeza de que não estão sozinhos, e que sempre poderão contar com amigos  em sua caminhada. Participe!

Veja Mais